quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sete opções de exercícios para controlar o estresse

Aliados no combate a vários problemas de saúde, como hipertensão e obesidade, os exercícios físicos também funcionam como válvula de escape para quem está constantemente estressado. "Mesmo quem trabalha sentado e termina o dia exausto tem muita energia acumulada e precisar extravasar para conseguir alguns momentos de relaxamento", afirma o personal trainer Adriano Braga Coronato, de São Paulo. Investir em aulas como boxe, body combat ou spinning, entretanto, pode não ser a melhor saída para se livrar do estresse. Por serem agressivas, estimulantes ou mesmo muito competitivas, essas atividades podem não ser as melhores opções para quem precisa mudar o foco em busca de instantes de mais calma e concentração. As opções a seguir ajudam quem vive sob alta tensão mental a descarrega-la de maneira equilibrada. Escalada: Ela exige concentração e força física, mas tudo no ritmo do atleta. Graças a essas características, a escalada pode ser o esporte ideal para quem quer relaxar. "Você precisa calcular cada movimento para praticar essa atividade, o que bloqueia devaneios sobre o trabalho ou as tarefas a serem realizadas em casa", afirma o personal Adriano. Com instrutor e equipamento adequados, ainda é possível realizar a atividade em meio à natureza, fugindo da tradicional trilha sonora da cidade que inclui buzinas, pessoas conversando e música ambiente. Ioga: Segundo o instrutor Sanio Gomes Ferreira, do Levitas, a ioga atua diretamente sobre o estresse por meio de técnicas simples de respiração. Isso porque a ansiedade e o estresse provocam um ritmo mais ofegante de respiração, alimentando um ciclo que acaba por gerar mais estresse. "Deitado de forma confortável, o aluno precisa respirar de maneira consciente pelas narinas, inspirando durante quatro segundos e expirando por seis segundos", ensina. O instrutor lembra ainda que o ambiente da aula também costuma ser desenhado com o objetivo de proporcionar bem-estar ao praticante, o que ajuda a relaxar ainda mais. Circo: Outra atividade que exige concentração, mas de maneira bastante descontraída, é o circo. "Aulas como essa estão cada vez mais presentes em academias e fazem sucesso entre os que não encaram a musculação, por exemplo", diz o personal trainer Adriano. Manter o foco é fundamental no trapézio, na corda, no tecido ou mesmo na cama elástica, e cada passo exige cálculo prévio, habilidade diretamente relacionada à consciência corporal. Malabares e acrobacias em grupo também exigem a atenção do praticante e ainda podem render boas risadas. Tai Chi Chuan: Movimentação lenta, contínua e suave. Essa é a base do tai chi chuan, arte chinesa mundialmente praticada. Embora tenha surgido como uma arte marcial, hoje ele é recomendado principalmente para quem sofre com o estresse. Durante a aula são feitos exercícios que objetivam melhorar habilidades físicas e mentais por meio de técnicas de respiração, controle e meditação. O relaxamento permite não só um maior envolvimento com a atividade, como ainda torna seus sentidos mais receptivos. Natação: "Embaixo da água tudo parece mais devagar e menos barulhento", afirma o personal trainer Adriano. Por essas razões, a natação é um esporte indicado para quem deseja desestressar. Outra vantagem da modalidade é permitir um momento mais introspectivo com pouca ou nenhuma interação com os colegas de piscina. Concentre-se em seus movimentos e no som da água. Pilates: "Diferentemente da ioga, que trabalha a respiração abdominal, o pilates incentiva a respiração abdominal, estimulando e relaxando a musculatura", afirma a orientadora Thaís Jacomele, do Levitas. Segundo ela, o método baseia-se em movimentos lentos e amplos, não sendo indicado, portanto, para quem deseja perder peso, mas trabalhando o alongamento e as articulações. O principal resultado é tonificação e a busca por uma postura adequada. Dança: Danças podem ser uma ótima maneira de drenar o estresse e deixar as preocupações do dia para trás. Isso porque a boa performance do parceiro também depende de você. Embora os movimentos permitam criatividade e descontração, é preciso estar envolvido na dança para guiar ou ser guiado. Escolha uma dança com estilo musical do seu gosto para relaxar ainda mais. Além de ser um dos esportes mais completos, a natação é uma forma divertida, saudável e desafiadora de se exercitar por ser praticada na água, despertando uma sensação de prazer e bem-estar. Os movimentos corporais de braços, pernas e tronco, associados ao trabalho respiratório na água, fortalecem a musculatura cardíaca, eliminando a gordura existente ao redor do coração, tornando esse órgão vital mais forte e diminuindo a incidência de doenças cardiovasculares, já que ocorre um aumento na capacidade de bombear sangue pelo corpo, estimulando também a circulação sanguínea, devido a pressão da água. Por ser praticada em um ambiente úmido, a natação pode ajudar a reduzir e prevenir os sintomas de asma. Também é responsável por fortalecer os músculos torácicos, aumentando a elasticidade e o volume dos pulmões devido a prática de exercícios de respiração e ampliando a capacidade de absorver oxigênio. A prática da natação é livre de impacto por ser praticada na água e permite que as articulações acompanhem o crescimento dos músculos, já que músculos maiores e mais fortes exigem tendões e ligamentos bem lubrificados, resistentes e agéis. Dessa forma ocorre o alívio de dores resultantes de artrose e fibromialgia, pois o esporte mantem as articulações soltas e flexíves. Nadar libera sensação de independência, segurança e liberdade, resultando em um conjunto de relaxantes mentais.Investigadores da Universidade da Carolina do Sul seguiram 40.547 homens e mulheres, com idades dos 20 aos 90 anos, durante 32 anos e descobriram que aqueles que nadavam tinham uma taxa de mortalidade inferior em 50% em relação a corredores, praticantes de caminhada e sedentários. Para conciliar respiração e movimentos corporais, é necessário um grande nível de concentração. Um momento em que sua mente esta livre, pensando apenas no seu corpo, distanciando dos problemas do dia-a-dia. Esse processo também libera hormônios do bem-estar: as endorfinas, gerando sensações agradáveis e relaxantes. O som da respiração aliado ao som da água, age como um mantra em nosso subconsciente. Para diminuir os índices de diabetes, nada melhor do que os exercícios aeróbios. Um treino intenso de natação, pode queimar até 700 kcal, reduzindo aproximadamente 10% o risco de contrair diabetes do tipo 2. Por ser uma atividade altamente aeróbia, cabe a natação conseguir balancear os níveis de colesterol no organismo, aumentando o nível do HDL, o colesterol bom! Além disso também consegue manter as nossas artérias saudáveis e renovadas. Pelo fato da água ser 12 vezes mais densa do que o ar e o nadador ter que se propulsionar na água, ocorre um trabalho de resistência, que é o princípio básico da tonificação muscular e incremento de força.
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top