sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

As vantagens e desvantagens do crossfit

Com regras rígidas e ordens de um líder, as aulas de CrossFit não são para quem não está disposto a dar o seu melhor e suar a camisa. Em grupos que, geralmente, são de no máximo 20 pessoas, o desafio começa com um aquecimento e em seguida exercícios lentos e com cargas para o corpo adquirir força. Entre os 15 e 20 minutos finais, acontece o WOD (Work of the Day): uma sequência de movimentos funcionais, entre agachamentos, flexões e levantamento de peso, todos executados na maior intensidade possível. A parte aeróbica não fica de fora: correr, remar e pular corda também são atividades propostas. Tudo acontece em um box, ou galpão, tudo rústico e sem luxos. O objetivo do CrossFit é fazer com que os participantes, além de alcançarem um invejável condicionamento físico, superem seus limites, aproveitem a intensidade e, principalmente, aprendam a não desistir. O conforto está longe de ser uma das prioridades das aulas. Os resultados do CrossFit (diminuição do percentual de gordura corporal e consequentemente aumento de massa muscular) tendem a ser mais perceptíveis e rápidos do que os treinos em academias convencionais, por isso o número de adeptos não para de crescer. Victor Glasoff, head choach da Cia Athetica, explica que os treinos são constantemente variados, sempre com novos desafios, mas respeitando os limites e a individualidade de cada um. Perder peso, ganhar força, resistência e conquistar um corpo definido são objetivos que podem ser realizados por meio das aulas. Outro grande diferencial da modalidade é o poder de trabalhar todas as capacidades físicas: resistência cardiovascular, resistência muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão. Mediante liberação médica e com o acompanhamento de um profissional de educação física, qualquer pessoa pode aderir ao CrossFit, mas sempre respeitando suas limitações. “Venha com a mente aberta e deixe seu EGO do lado de fora do box”, aconselha Victor. O crossfit é um tipo de atividade física que vem ganhando cada vez mais praticantes e despertando a curiosidade de quem não sabe do que se trata. Basicamente, consiste em um programa de exercícios funcionais, nos quais se trabalha em alta intensidade e com curtas durações. Instrutores de crossfit afirmam que a prática traz alguns benefícios para uma série de pessoas, mas alguns especialistas em saúde dizem que pode trazer algumas desvantagens para o praticante. Veja alguns prós e contras dessa febre que é o crossfit. Força e resistência: A intensidade dos exercícios e o fato de que o praticante trabalha em vários aparelhos, além de colocar todos os músculos à prova, faz com que a pessoa ganhe mais força e resistência com o tempo. Junto com a melhora física vem a melhora da auto-estima, ainda que isso seja relativo. Lesões: Justamente pela alta intensidade do crossfit, a incidência de lesões musculares é relativamente alta. Principalmente em iniciantes, que se encantam pelos exercícios e supostos benefícios e acabam exagerando nas cargas. A falta de instrução pode levar o praticante a esse exagero e, consequentemente, às lesões. Emagrecimento: O aumento de volume e o alto nível de intensidade podem trazer resultados mais rápidos na busca por emagrecer. Mas é importante ter acompanhamento médico e seguir uma dieta que caminhe lado a lado com a prática do crossfit. Trabalho corporal geral: A variedade de exercícios e aparelhos permite ao praticante trabalhar o corpo de maneira geral, já que o programa consiste em atividades distintas e que focam em regiões musculares específicas. Para alguns, um fator que pode jogar contra é a curta duração dos exercícios, impedindo justamente esse foco de trabalho em uma região. Coração: Instrutores e profissionais envolvidos no crossfit falam em ganho na capacidade cardiovascular e respiratória. Por outro lado, alguns profissionais de saúde questionam isso, já que a variação na duração e intensidade dos exercícios pode alterar o metabolismo e, assim, sobrecarregar o sistema cardíaco. Se você for iniciar a prática do crossfit, consulte um médico de confiança e veja com ele se é recomendável ou não entrar nessa onda. Rabdomiólise: A rabdomiólise é uma lesão muscular grave que libera pedaços de células musculares para dentro da corrente sanguínea, levando a uma insuficiência renal aguda e a outros problemas no rim. Um dos símbolos do crossfit é o palhaço Uncle Rhabdo, bombado e com o rim pra fora do corpo. O problema é raro, mas está associado à prática do crossfit, principalmente nos iniciantes e em pessoas despreparadas para as cargas e a intensidade da atividade. Outro “mascote” adotado pelos praticantes é o palhaço Pukie, em referência a “puke”, que significa “vomitar” em inglês. Muitas pessoas que erraram na carga ou que começaram já em níveis absurdos de intensidade vomitaram em treinos de crossfit. Créditos: Sportlife/Blog do Ricky/Manual do Homem Moderno/UOL
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top