segunda-feira, 7 de março de 2016

Gabriel Medina, Mineirinho, e cia. recebem premiação em noite de gala da WSL

O Brasil segue colhendo os frutos do excelente ano de 2015 no surfe. Nesta segunda-feira, em Gold Coast, Austrália, foi realizado o “WSL Awards”, cerimônia que premia os melhores da temporada anterior e celebra a abertura do Circuito Mundial deste ano, marcado para começar na próxima quinta-feira. Primeiro campeão da história da "Era WSL (Liga Mundial de Surfe)", novo nome da ASP (Associação dos Surfistas Profissionais), Adriano de Souza, o Mineirinho, recebeu o novo troféu desenhado pela entidade. A peça é maior que o modelo anterior e possui uma base de madeira. Quem também teve o privilégio de levantar a taça foi a havaiana Carissa Moore, campeã do feminino. Mineirinho relembrou sua árdua trajetória, desde a infância humilde no Guarujá até o topo do surfe mundial. Mas o discurso que roubou a cena foi do vice-campeão Mick Fanning. Principal concorrente do brasileiro em 2015, o australiano destacou o lado humano de Adriano: - Uma coisa que pouca gente sabe é que quando Adriano soube do que aconteceu comigo em J-Bay (ataque de tubarão) já estava no aeroporto e tinha feito check-in para o voo. Mas ele deu meia volta e retornou a Porto Elizabeth para ficar comigo. Isso é um imenso testemunho de seu caráter. Eu te amo, irmão - disse Fanning, arrancando aplausos. Dentre as premiações individuais, expoentes do surfe brasileiro foram condecorados.Primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, em 2014, e terceiro colocado no campeonato do ano passado, Gabriel Medina levou o prêmio de “Melhor Manobra do Ano”, pelo aéreo nota 10 executado na etapa de Hossegor, na França. Filipe Toledo, que disputou o título até a última etapa, não saiu de mãos abanando. Surfista que venceu mais etapas em 2015 (três), o jovem levou o prêmio de "Breakthrough Performance" (algo como "performance insana", em tradução livre) pelo conjunto da obra, graças a seu vasto repertório de aéreos ao longo do campeonato. Italo Ferreira, número 7 do mundo em seu ano de estreia, recebeu o troféu de "Estreante do Ano". Entre as mulheres, quem levou o prêmio foi a "havaiana-gaúcha" Tatiana Weston-Webb. Grandes nomes do esporte prestigiaram o evento que contou com um jantar de gala e a premiação. No lugar das camisas e bermuda de lycra que usam quando estão em ação no mar, os melhores surfistas do mundo no masculino e no feminino mostraram elegância em ternos e vestidos bem alinhados no tapete vermelho.
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top