terça-feira, 12 de maio de 2015

Tops da elite mundial já estão no Brasil para disputar o título do Oi Rio Pro

Os melhores surfistas do mundo já estão no Brasil para disputar o título do Oi Rio Pro a partir desta segunda-feira no Postinho da Barra da Tijuca e o primeiro dia é imperdível, pois todos competem na rodada de apresentação da nova etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour no Rio de Janeiro. As previsões indicam que a semana começa com boas ondas na Cidade Maravilhosa e a comissão técnica se reúne nas primeiras da manhã para analisar o mar e decidir se a competição inicia na segunda-feira pela categoria masculina ou feminina, ou se será adiada para aguardar por melhores ondas, pois o prazo vai até o dia 22 na capital carioca. O desfile das grandes estrelas do Oi Rio Pro começa logo na segunda bateria do dia com Kelly Slater. Na quarta, Gabriel Medina estreia no Brasil depois do título mundial conquistado no Havaí. Na seguinte entra o tricampeão Mick Fanning e na sexta o atual líder do ranking, Adriano de Souza, com o número 3, Filipe Toledo, no décimo dos doze confrontos da primeira fase. Havendo competição ou não, os quatro e a havaiana Carissa Moore e a cearense Silvana Lima, estarão atendendo aos jornalistas na coletiva de imprensa do Oi Rio Pro, às 17h00 no Royalty Hotel Barra, na Avenida do Pepê, 690, próximo a arena do evento no Postinho da Barra da Tijuca. A chamada da segunda-feira é para as duas categorias. Se a comissão técnica escolher começar o dia pela masculina, a primeira bateria do Oi Rio Pro será entre o australiano Taj Burrow, o francês Jeremy Flores e o norte-americano Brett Simpson. Se a etapa brasileira da World Surf League for iniciada pelas meninas, entrarão no mar a norte-americana Lakey Peterson, a sul-africana Bianca Buitendag e a havaiana Alessa Quizon. A seleção brasileira do CT estará reforçada no Rio de Janeiro por Alejo Muniz na vaga do contundido Michel Bourez e David do Carmo e Luana Coutinho como convidados da quarta etapa do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour no Rio de Janeiro. O catarinense Alejo Muniz saiu da elite dos top-34 no ano passado e vai substituir o defensor do título de campeão nas ondas da Barra da Tijuca, Michel Bourez. Ele foi escalado na quarta bateria, encabeçada pelo campeão mundial Gabriel Medina. O havaiano Fredrick Patacchia é o terceiro concorrente por esta vaga direta para a terceira fase do Oi Rio Pro. Outros dois brasileiros vão competir juntos na quinta ou na sexta bateria, a que for completada pelo paulista David do Carmo. Se ele for para a quinta, vai enfrentar Mick Fanning e o potiguar Italo Ferreira. Na sexta, terá que encarar o líder do ranking, Adriano de Souza, e outro australiano, Kai Otton. Os demais brasileiros vão estrear no Oi Rio Pro em baterias com dois surfistas de outros países. O primeiro a entrar no mar é o paulista Wiggolly Dantas no terceiro confronto do dia, do havaiano John John Florence e do campeão mundial C. J. Hobgood, logo após a primeira apresentação de Kelly Slater na Barra da Tijuca, contra o australiano Adrian Buchan e o neozelandês Ricardo Christie. Logo após Adriano de Souza fazer sua primeira defesa da liderança do ranking, o potiguar Jadson André entra na sétima bateria com o australiano Josh Kerr e o havaiano Dusty Payne. Depois de dois confrontos só envolvendo estrangeiros, certamente a praia continuará lotada para assistir a sensação Filipe Toledo, vencedor da primeira etapa do ano na Gold Coast, na décima bateria com o norte-americano Kolohe Andino e o australiano Adam Melling. E na seguinte, Miguel Pupo fecha a participação brasileira na primeira fase contra os australianos Julian Wilson e Matt Banting. Nesta rodada de apresentação dos melhores surfistas do mundo no Oi Rio Pro, ninguém é eliminado. O vencedor de cada bateria avança direto para a terceira fase, mas os perdedores têm uma nova chance de classificação na segunda fase. LÍDERES NA ESTREIA - Entre as meninas, as brasileiras estreiam nas baterias encabeçadas pelas líderes do ranking. A grande atração é a havaiana Carissa Moore, que foi finalista nas três etapas que abriram a temporada 2015 do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour na Austrália. Ela ganhou as duas primeiras na Gold Coast e Bells Beach e só perdeu a invencibilidade para a norte-americana Courtney Conlogue em Margaret River. A bateria da líder do ranking foi completada pela brasileira Luana Coutinho e a cearense Silvana Lima entra duas depois, da vice-líder Courtney Conlogue e a também americana Sage Erickson.
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top