segunda-feira, 2 de março de 2015

Sexo e comportamento: 7 pecados que você deveria cometer

1. Gravar um vídeo pornô Em uma enquete realizada pelo site de relacionamentos BeNaughty, os usuários classificaram essa aventura como a mais excitante. “A experiência aumenta a libido do homem, pois mexe diretamente com o sentido da visão, o mais estimulante. Ao produzir o próprio filme, o cara atinge o próprio ego: afinal, ele é o ator principal, viril e poderoso”, explica Rose Villela, sexóloga em São Paulo. Para fazer isso, transforme seu quarto em um set de filmagem perfeito: troque as lâmpadas dos abajures por um modelo mais potente — e direcione o facho de luz direto para a cama. Posicione a câmera estrategicamente para capturar imagens mais gerais do ambiente, e use também o seu celular para filmar por outros ângulos. Dirija a parceira, deixando-a numa posição mais ativa — diferente dos filmes pornôs comerciais, em que ela é apenas um objeto. Antes de gravarem as cenas finais, faça alguns takes individuais da gata. Assim, ela perde a inibição, se é que tem alguma, e o roteiro fica mais quente. 2. Manter uma paquera online Uma enquete da agência de notícias Reuters mostrou que quase metade dos homens já teve um caso com alguma mulher que conheceu na internet. “A web encolhe distâncias, o que também não impede que você conheça alguém ao redor”, diz Carlos Eduardo Carrion, psiquiatra em Porto Alegre e consultor da MH. Mas lembre-se: se: A a internet e os aplicativos do tipo Tinder e Bang With Friends ajudam na conquista de novos relacionamentos, o sucesso das relações depende do cara a cara (e do corpo a corpo, claro). Portanto, não prolongue por muito tempo a lenga-lenga virtual. Vá pras cabeças e marque um encontro com a gata. 3. Pular a cerca (ao menos uma vez na vida) Qualquer um pode ter um caso extraoficial. Mas para que tudo aconteça sem deixar rastro, é preciso ter sangue frio para pôr de lado sentimentos como culpa, angústia, crise de consciência ou mesmo vingança. “Quando a culpa domina o homem, ele pode brochar ou até mesmo deixar o segredo escapar só para se sentir mais aliviado”, diz a sexóloga Rose Villela. Se esse for um fetiche para uma noite apenas, nunca revele seu verdadeiro nome à cúmplice, nem conte seu feito aos amigos. A não ser que você queira que a notícia se espalhe, o que não deve ser o caso. A recordação desse momento será suficiente para você revivê-lo para o resto da vida. 4. Dominar o orgasmo As mulheres podem ter vários orgasmos durante a transa, enquanto os homens estão limitados a recomeçar a excitação do zero e tentar gozar mais uma vez. Mas com calma você pode sempre chegar perto do clímax e voltar alguns degraus de excitação — para depois explodir com força total. Quando estiver quase para ejacular, respire fundo, retire o tronco do pênis de dentro da garota e contraia a parte inferior do abdome (você vai precisar de bastante concentração). O esforço é similar ao feito quando você interrompe o jato de urina. Com tempo e prática, você fortalece os músculos da pélvis e não queima mais a largada. 5. Transar com uma mulher mais velha De acordo com pesquisa feita pela LoveHoney, fabricante de artefatos e brinquedos sexuais, a confiança sexual de uma mulher chega ao auge entre os 35 e os 44 anos. “A explicação é que, nessa faixa etária, as mulheres tendem a estar independentes financeira e emocionalmente e ainda têm bastante vigor físico”, indica o psiquiatra Carlos Eduardo Carrion, consultor da MH. Menos encanadas, com o corpo nos trinques e mais desinibidas, elas ainda topam novas experiências na cama — e definitivamente não têm vergonha de pedir aquilo que querem na hora H. 6. Fazer sexo a três Para isso, não infrinja o código de conduta e siga estas três regras de ouro: 1) quem escolhe a nova participante da transa é sua parceira; 2) é desejável que a segunda moça seja desconhecida; 3) firme um acordo “pré-sexo” com a gata determinando os limites com essa terceira (pode beijar, fazer sexo oral, penetrar…). “A mulher, por natureza, é possessiva. Se algo sair do radar dela, pode gerar ciúme e desconfiança”, explica Rose Villela. Além da mágoa, de acordo com a especialista, a parceira pode se sentir menos atraente do que a outra garota. E é claro que você não quer arrumar essa sarna para se coçar, verdade? 7. Transar num local público Como um provador de uma loja de roupas, por exemplo, lugar que é citado para esse fim por muitos homens quando revelam suas fantasias, de acordo com o site Examiner. Agora que as compras natalinas estão no auge, vai ficar mais difícil explorar os provadores dos magazines e lojas de shopping, mas, com cuidado, você pode dar aquela rapidinha no banheiro do restaurante, num camarote de uma balada, na praia… Fontes: MH / Editora Abril
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top