quarta-feira, 11 de março de 2015

Ciclo de Carboidrato: você sabe como ele funciona?

Entre as inúmeras dietas que encontramos hoje, estão aquelas que defendem o corte radical dos carboidratos da alimentação. Outra, menos rigorosa e bastante conhecida de quem gosta de musculação, é o Ciclo de Carboidrato, ou Dieta Cetogênica Cíclica. A carb-cycling nada mais é do que uma dieta com poucos carboidratos, mas com períodos de consumo alto ou moderado do nutriente. É muito praticada por fisiculturistas e atletas de fitness para aumentar a perda de gordura sem prejudicar a execução de atividades de alta intensidade. E o foco desse programa alimentar é apenas o carboidrato, cujos efeitos influenciam fortemente a composição corporal. Então, o consumo de proteínas, gorduras e outros itens não sofrem alteração durante o Ciclo do Carboidrato. Funciona assim: os dias nos quais você ingere mais carboidratos (alto carbo) auxiliam no crescimento muscular; nos dias de menor consumo, há menos ganho de gordura, ou até mesmo perda dela. Veja exemplos de carb-cycling: Baixo, baixo, médio, baixo, alto – repete Baixo, médio, baixo, alto – repete Baixo, alto, baixo, alto, baixo – repete Conheça os efeitos do Ciclo de Carboidrato Nos dias de elevado consumo de carboidrato, os estoques de glicogênio, que alimentam os músculos, são reabastecidos. Há um estímulo à resposta da insulina que leva os nutrientes para as células musculares – o que promove o crescimento delas. Tudo isso faz você se sentir melhor e mais energizado. Já nos períodos de baixo carbo, seu corpo é influenciado a perder mais gordura como forma de combustível, em vez do açúcar dos carboidratos. O organismo fica mais receptível à insulina, melhorando a resposta de fortalecimento dos músculos. Para deixar sua Dieta Cetogênica Cíclica ainda melhor, aposte em carboidratos bons, aqueles que fornecem não apenas energia, mas nutrientes também. São eles: Arroz integral Aveia Batata doce ou vermelha Frutas (de baixo Índice Glicêmico, ou “berries”) Macarrão integral (com menor Índice Glicêmico) Pão integral Quinoa Dicas para o Ciclo de Carboidrato Aprenda a ler as informações nutricionais nos rótulos dos produtos. E conte todos os carboidratos, mesmo os do iogurte, por exemplo. Experimente fazer apenas um dia de baixo carbo e, depois, um dia de alto carbo, e assim por diante. Não deixe de tomar seus aminoácidos (BCAAs, glutamina etc.), principalmente nos dias baixo carbo, pois eles ajudam a manter a massa muscular. O objetivo é perder peso? Fique de olho nas calorias ingeridas para não ultrapassar sua meta diária. Só não espere perder mais peso com o Ciclo de Carboidrato. Quando consumir menos carboidratos, você pode aumentar a quantidade de proteína e elevar ligeiramente a ingestão de gordura. Benefícios da Dieta Cetogênica Cíclica Quando comparada a outras dietas, o Ciclo de Carboidrato tem a vantagem de não restringir nenhum macronutriente. E não precisa de uma data validade, podendo ser incorporada a uma mudança de estilo de vida. Outros benefícios dela podem ser notados nos aspectos fisiológicos e psicológicos. Afinal, não estimula apenas a perda de gordura, mas satisfaz a mente – talvez a parte mais importante (e difícil, não é mesmo?) de qualquer regime. A rotina de carb-cycling é interessante ainda porque oferece mais chances de reduzir gordura corporal preservando os músculos. O que, diga-se de passagem, não acontece em vários regimes de emagrecimento. E lembre-se: cada um de nós vai obter resultados diferentes a partir de práticas diferentes. Não há verdade absoluta no campo da nutrição, tão rico em teorias e filosofias que prometem resultados incríveis e boa forma.
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top