quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Praticar exercícios funcionais ajuda a emagrecer e a fortalecer os músculos

O treinamento funcional consiste na prática de exercícios que respeitam os movimentos naturais do corpo: Agachar, empurrar, girar, pular e correr estão entre eles. Combinado com outras variações em meio aos treinos regulares, os movimentos executados devem integrar todos os grupos musculares e não trabalhar músculos isolados. O treinamento funcional está sendo considerado como um dos melhores métodos para se chegar à qualidade muscular, pois possibilita centenas de exercícios que desenvolvem força, flexibilidade, equilíbrio, estabilidade do core e mobilidade, utilizando poucos materiais. Mas exatamente o que é o treinamento funcional e por que está sendo tão procurado? Todo movimento que melhora a sua condição para executar uma determinada tarefa é um movimento funcional. O treinamento funcional deve respeitar e ser prescrito, levando em consideração os movimentos naturais que o corpo foi projetado, como: agachar, empurrar, girar, pular e correr. Se utilizar esses exercícios em seus treinamentos e combinar com suas variações, estará em um treinamento funcional. Como treinar funcionalmente? Os movimentos executados, devem integrar todos os grupos musculares e não trabalhar músculos isolados. Todos os exercícios são executados nos planos baixo, médio, alto e também vertical e horizontalmente. Os equipamentos devem ser livres, como: halteres, cordas, kettlebells, barras, bolas, fitas e cabos. Quais os benefícios do Treinamento Funcional? Treinando funcionalmente você melhora a postura e o bom equilíbrio em todos os membros, assim aperfeiçoando toda a forma “definição’’ do corpo, otimizando seu desempenho para as tarefas que está treinando e reduzindo lesões degenerativas e dores. Por onde começar o Treinamento Funcional? Como exercícios funcionais não utilizam máquinas de peso fixo, a base são movimentos naturais e o peso do próprio corpo. Seja qualquer idade, sexo, peso, todos podemos treinar funcionalmente. Hoje, existem muitos profissionais que tem sua formação voltada para exercícios funcionais. Procure o melhor que lhe agradar e peça para mostrar-lhe alguns exercícios funcionais e suas variações. Comece a integrar esses exercícios em suas sessões. Com um bom treinamento seu corpo irá desenvolver e se adaptar aos novos estímulos, melhorando sua saúde e ganhando uma qualidade muscular. Para muita gente, praticar exercícios físicos depende do orçamento do mês, da disponibilidade de tempo e de gosto. Tem gente que se contenta apenas com uma caminhada, e há aquelas pessoas que detestam academia e, por isso, preferem ficar em casa. Para esse público, a personal trainer Renata Piveta, de Cianorte, no noroeste do Paraná, indica a realização de exercícios funcionais aproveitando objetos que todo mundo tem em casa, como por exemplo, cadeiras, cabo de vassoura, corda e bola. Os exercícios ajudam a fortalecer os músculos dos braços, abdômen, glúteo e a região do quadríceps. “O primeiro exercício vai utilizar uma bola. Ao lançar a bola contra a parede, no retorno você pega o objeto fazendo o exercício de agachamento”, explica Renata. “Esse exercício fortalece a região posterior, pernas e glúteo”, acrescenta. Pular corda, uma atividade realizada com frequência pelas crianças, ajuda a fortalecer os braços e as pernas. O cabo de vassoura pode ser utilizado para fazer agachamentos e fortalecer os músculos dos braços. “O cabo de vassoura ajuda a praticar um exercício completo, misturando agachamento e elevação de braços”, detalha Renata. Já a cadeira favorece o fortalecimento do músculo do braço responsável pelo ‘tchau’. “Esse objeto pode ser utilizado em diversos exercícios. Em um deles, é possível fortalecer o tríceps. Então, as mulheres que estão preocupadas porque os músculos dos braços estão moles, é bom fazer esse exercício”, diz a personal trainer. Créditos: Dicas de Treino, G1 e Blod do Ricky
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top