quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Homens com barba possuem vida sexual mais ativa, mostra pesquisa

Segundo uma pesquisa do site americano de encontros Match.com, homens com barba possuem uma vida sexual mais ativa que os com cara lisa. A página identificou que 80% dos barbudos possuem orgasmos com frequência, contra 77% dos caras limpa. A frequência sexual dos "machos alfa" também é maior, com 73% a 70%. No quesito "amiga para sexo casual", a diferença entre os estilos aumenta: são 61% contra 54% - apenas mais uma manifestação do poder da barba. "É tudo sobre testosterona. Ela é encarregada do crescimento dos pelos faciais do homem. O hormônio também está relacionado à habilidade deste indivíduo para ser lógico, inventivo, direto, decisivo e ambicioso", explicou Helen Fisher, antropóloga biológica e condutora do estudo. Se a barba passa uma imagem de um homem rústico, as aparências enganam. A pesquisa revelou que 88% dos homens com barba acreditam mais em casamentos duradouros. Mas, neste caso, talvez a falta de parceiros dos usuários do Match.com seja definitivo para o número, já que 86% dos com rosto liso também sonham com a mulher ideal para o resto da vida. Honra, masculinidade, independência, poder, sofisticação. São muitos os apelos de uma barba e a história está aí para confirmar. De artistas a ditadores, a maioria das grandes personalidades construiu sua imagem com a ajuda dos pelos faciais. Muitos tipos de barba, aliás, foram batizados com o nome daqueles que tornaram um certo estilo popular. O cavanhaque longo é conhecido até hoje como Van Dyck, em homenagem ao pintor holandês. O bigode volumoso e gigantesco ficou conhecido como Kaiser em homenagem a Guilherme II, o último imperador da Alemanha. Em algumas civilizações os homens não usavam barba alguma. Sumérios e egípcios consideravam pelos do corpo e rosto desagradáveis. Já no Império Romano deixavam longas barbas elaboradas, com curvas e cachos, geralmente dedicadas aos seus deuses. Talvez tenha sido na Inglaterra vitoriana do século 19 o período em que as barbas mais ficaram em evidência, alcançando um status de modismo. Durante a guerra da Crimeia, nos anos 1850, ingleses de todas as classes sociais passaram a imitar os soldados vencedores que voltavam para casa. O que se viu nas décadas seguintes até a virada do século foi um uso cada vez maior das barbas em suas mais variadas formas e comprimentos (cavanhaque, costeleta, bigodes), ao mesmo tempo em que a roupa do homem vitoriano passou a ficar cada vez mais sóbria, seguindo a nova ordem e rigidez ligada à ascensão da classe burguesa. Os homens agora vestiam costumes pretos e com isso validavam seus negócios como algo confiável e sério – sem o exagero extremo dos anos anteriores. A barba foi uma arma discreta mas eficaz para transmitir ideais de poder e status. Na virada do século houve uma mudança considerável na aparência masculina graças à invenção das lâminas de barbear descartáveis, inventadas pela Gillette em 1902. Um anúncio da época persuadia consumidores afirmando que “a melhor maneira de conquistar uma mulher é deixando a barba feita”. A invenção de uma lâmina de barbear trouxe essa cultura para o ambiente doméstico e também colocou nas mãos de cada indivíduo a responsabilidade de manter a própria aparência. Esse visual, considerado ao mesmo tempo moderno e higiênico, foi rapidamente adotado pelas tropas militares, especialmente durante as Grandes Guerras. O próprio governo americano encomendou cerca de 3,5 milhões de barbeadores e 36 milhões de lâminas para o seu exército durante a Primeira Guerra Mundial. O visual limpo, associado à disciplina e higiene, foi apenas confrontado anos depois, na década de 60. As barbas voltaram à moda graças a uma nova geração de jovens ocupada em protestar e questionar o status quo. Hippies, beatniks e os black power usaram os cortes de cabelo e os pelos faciais como meios para comunicar seu novo ponto de vista. A barba mal-escanhoada virou sinônimo de protesto e liberdade. Mas que vantagens uma barba traz na prática? Ela contribui para o sex appeal do homem; o faz parecer mais forte, com um ar mais maduro, sofisticado e viril. Também esconde os pontos fracos de um rosto, como um queixo pequeno ou mandíbulas fracas, e enfatiza olhos e boca. Está convencido agora do poder de uma barba?
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top