sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Madonna: A Rainha do Pop, Mito e maior Artista do planeta

Dos fãs, ela ganhou o apelido de diva. O mundo consagrou: Madonna é a rainha do pop e mantém a coroa há 30 anos. A terceira de sete filhos, foi criada nos subúrbios de Detroit. Cursou dança em uma universidade, mas acabou abandonando os estudos para tentar a carreira em uma grande cidade. Chegou a Nova York aos 19 anos, com apenas US$ 35 no bolso. Ganhou a vida como garçonete e dançarina de apoio para outros artistas. Nos anos 70, foi baterista da banda ‘Breakfast Club’ e cantora do grupo ‘Emmy’, que formou com o ex-namorado. Mas Madonna sempre batalhou pela carreira solo. Em 81 ela entrou em contato com um produtor musical, que ajudou a lançar no ano seguinte seu primeiro single: Everybody. A música virou hit nas pistas de dança. O reconhecimento mundial veio com o álbum ‘Like a Virgin’, em 84. A música que dava título ao disco ficou seis semanas consecutivas no topo da parada Billboard. As letras provocaram os mais conservadores e Madonna foi acusada de promover o sexo antes do casamento. Não suficiente, durante uma apresentação ela apareceu vestida de noiva em cima de um bolo de casamento gigante. Esta foi considerada uma das maiores atuações na história da música e chocou até mesmo o empresário da cantora. O cinto usado, escrito ‘boy toy’, virou moda. Aos poucos, tudo que Madonna usava virava febre. Milhares de meninas copiaram seu estilo, roupas, e repetiam as coreografias em festas. Os escândalos foram uma constante na carreira da Material Girl. A polícia frequentemente ameaçava prender Madonna depois das apresentações por considerar as danças ofensivas e imorais. Ela provocou a Igreja, e o Vaticano chegou a recomendar que os fiéis não assistissem ao clipe de ‘Like a Prayer’ e boicotassem os shows. Mas Madonna sempre conseguiu transformar as adversidades em sucesso. O single vendeu seis milhões de cópias em todo o mundo, e nesta época ela foi consagrada a artista da década. A música ‘Express Yourself’, do terceiro álbum, é considerada uma das dez melhores de todos os tempos pela revista ‘Rolling Stones’ e foi escrita pela própria cantora. Nas telonas, a carreira começou com pequenas participações. Fez comédias e romances. Em ‘Surpresa em Shanghai’ ela atuou com o então marido, Sean Penn. Em papéis sensuais e interpretando mulheres irresistíveis, Madonna recebeu críticas ácidas e várias indicações ao ‘Framboesa de Ouro’, prêmio dado aos piores do cinema. Como Eva Perón veio o primeiro prêmio de atuação. O musical rendeu um Globo de Ouro e bons elogios. Madonna se arriscou também como diretora, mas o público e a mídia não pouparam críticas. Em 30 anos de carreira, Madonna fez parcerias com inúmeros cantores. Mesmo que apenas com uma participação, era sinônimo de sucesso. Durante uma apresentação no MTV Awards, Madonna consagrou as princesas do pop: Britney Spears e Christina Aguilera. Ela passou o bastão com um beijo que chocou a platéia de artistas. Madonna já vendeu mais de 300 milhões de álbuns em todos os cantos do planeta e é a artista feminina mais bem sucedida da história. Mesmo envolvida com turnês e gravações, ela conseguiu dedicar seu tempo a kabbalah - um misticismo judeu - e também aos filhos. Ela já tinha Lourdes e Rocco quando decidiu adotar duas crianças do Malauí. Mesmo com todas as polêmicas, Madonna se revelou uma mãe rigorosa. Os filhos foram criados com rigidez, longe da televisão e até dos doces. Até os 16 anos, Lourdes não tinha celular e só podia sair de casa com a roupa aprovada pela mãe. Hoje, ela ajuda nos figurinos das turnês de Madonna, e até participou do clipe de ‘Celebration’. Madonna usa a arte para provocar: nas letras das músicas, nas danças e em apresentações performáticas. É referência na indústria e na história. Já superou os Beatles em número de singles no top dez da Billboard. Aos 55 anos, Madonna continua lançando hits, fazendo turnês e com um corpo de dar inveja. Os fãs mantêm a expectativa por novas músicas. E ela continua se reinventando. Acessórios inusitados como uma cama no meio do palco e o famoso sutiã de cone desenhado pelo estilista Jean Paul Gaultier para a turnê "Blonde Ambition" contribuíram para que os shows de Madonna nos anos 1980 e 1990 reforçassem a liberdade de expressão e até mesmo o debate feminista. Cercada de lendas sobre sua carreira, uma delas conta que a cantora se mudou de Michigan para Nova York com apenas 25 dólares no bolso. Dizem ainda que ela teria descido em plena Times Square com a ideia de ser bailarina. No entanto, os envolvimentos com projetos musicais de rock acabaram levando a cantora a descobrir outras aptidões. Nos anos 1980, teve um casamento sem filhos com o ator Sean Penn. Com seu personal trainer Carlos Leon, teve sua primeira filha, Lourdes Maria. Do casamento com o diretor Guy Ritchie, teve Rocco. Seus outros dois filhos, David Banda e Mercy James foram adotados no Malawi, na África, onde a cantora faz trabalhos sociais. Em relação ao Brasil, além de já ter declarado em entrevistas que "adora o País", a cantora chegou a ter um relacionamento com o modelo brasileiro Jesus Luz, sem filhos.
Share this article
 
Copyright © 2014 BLOG DO RICKY • Some Rights Reserved.
Template Design by RICKY MEDEIROS • Powered by Blogger
back to top